segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Enquanto dormias...

Fiquei a ver-te. Descansado. Perdido nas horas que passam sempre depressa. Afaguei-te o cabelo. Perdi-me nas sombras que te marcavam o rosto a cada vez que mudavas de posição. Descobri-te uma pequena cicatriz no sobrolho. Apaixonei-me outra vez. Fiquei, vagarosamente, a olhar para ela. Depois descobri-te um pequeno sinal,quase imperceptível, debaixo do olho esquerdo. Como é que nunca o tinha visto antes? Voltei a apaixonar-me. Perdi-me uma imensidão de tempo, que são sempre minutos apressados, na pequena cova que tens no queixo. Decorei-te o desenho dos lábios. São perfeitos,foram, por certo, desenhados à mão. Toquei-te a barba que começou a
aparecer no avançar da noite. Farta. Forte. Semeada com exactidão. Apaixonei-me.
Enquanto tinha a mão aberta sobre o teu peito, e te sentia o pulsar do coração na palma da mão, reparei, acho que pela primeira vez, na tua maçã de Adão. Fiquei outros tantos minutos vagarosos, dos que passam a correr, a olhar para ela. Para ti. E ali estavas tu. Sem roupas. Sem máscaras. Sem nada que disfarçasse o que és ou do que és feito. Tu. Simplesmente tu. Desprotegido mas sem um rasgo de fragilidade. A nu com a luz que se agitava no quarto, a cada vez que mudavas de posição. E voltei a apaixonar-me.

19 comentários:

ML disse...

Perfeito.

Silvia disse...

Uma delícia de ler. :)

Vera, a Loira disse...

Li num blog um dia destes uma frase que me ficou na mente e este post tem tudo a ver com ela.

"Apaixonei-me um milhão de vezes, a primeira vez quando olhei para ele e as outras de cada vez que o via"

Capitão Microondas disse...

Apanhadíssima ;)
É nestas alturas que apetece atirar: afinal parece que não somos todos iguais.

Pipoca dos Saltos Altos disse...

@ ML,
Obrigada.

@Sílvia,
:)

@ Vera, a Loira,
Adorei a frase, obrigada por partilhares.

@Capitão,
Achava que ia passar ilesa, confesso. Pensava-te demasiado entretido a falar de sexo e strip...apanhaste-me. Mas não sou das que dizem que são todos iguais...mas parecidos...ahahaha.
Bjs

susie disse...

Muito bom!

Jibóia Cega disse...

;)

Petra Pink disse...

sempre disse que não ha maior infelicidade do que não saber amar, e aceitar o amor de alguém....... é tão bom tão completo não é?
bjo

S* disse...

Os pequenos detalhes são apaixonantes... há que saber olhar e ver. Lindo Pipoca.

Este Blogue precisa de um nome disse...

OOOOHHHHHHHHHHHH adorei o post. Estás apaixonada prima :)

Este Blogue precisa de um nome disse...

ohhhh por falar nisso... vamos continuar a ser primas, não? Uma vez primas, sempre primas... :)

Pipoca dos Saltos Altos disse...

@ Este Blogue precisa de um Nome,
Claro que continuamos primas!!! E não penses que o teu primo deixa de ter lugar no meu coração!O teu primo é o homem da minha vida no norte, ok? Ahahahhahaha!!!! Ainda hoje o estive a ouvir..

António Ribeiro disse...

Os meus mais sinceros parabéns pelo texto x)

Segredo Cor de Rosa disse...

Pronto, desfaço-me sempre nestes teus textos sublimes, sentidos e profundamente bem escritos.

Já tinha saudades de te ler com atenção.
Deixo-te o mais apertado dos abraços.
Beijo Grande

Ventania disse...

O Amor é lindo. É.

SuperSónica disse...

k lindo post...adorei mesmo.

Anónimo disse...

Lindo texto e óptimas emoções de serem assim tão bem descritas :) T.

Cmoreno disse...

Deveras uma delícia.

Bluebluesky disse...

:)