quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Não me canso de reler este texto do Pedro Chagas Freitas. Faz-me sentido.

" Ama como se fosse para sempre. E quando se ama, naquele exacto segundo em que se ama, tem de se acreditar que é para sempre. Mais: tem de se ter a certeza de que é para sempre. Amar, mesmo que por segundos, mesmo que por instantes, é para sempre. E é isso, essa sensação de segundos ou de minutos ou de dias ou de horas ou de anos ou meses,  que é para sempre. Ama. Ama por inteiro. Ama sem nada pelo meio. Ama, ama, ama, ama. Ama. Porque é só por aquilo que te faz perder a respiração que vale a pena respirar."

Pedro Chagas Freitas

7 comentários:

S* disse...

Este senhor escreve mesmo bem, caramba.

MisterCharmoso disse...

Este tipo é uma inspiração

Joaninha disse...

Eu tambem!
Sou completamente apaixonada pela escrita dele :)

Pólo Norte disse...

Ahaahahahahahahahahahah

(Depois conto-te...)

Carlos Soares disse...

este senhor sabe sentir...

Opinante disse...

Obrigada por esta partilha :)

Adorei!

menina lamparina disse...

Isto deixa-me apreensiva.