segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Sim, ainda se escrevem cartas de amor



daquelas a sério, com a nossa letra em tinta a papel e cheias de palavras de alento. De amor. De fé. Sim, ainda está na moda deixar bilhetes escritos pela casa. E rezar, ainda está na moda rezar. E não ter vergonha de dizer que se ama. E se preciso for escreve-se que se ama numa parede. Faz-se o que for preciso. Amar nunca passa de moda, nem no facto de  reclamar sempre um eco. A necessidade do eco também nunca passará de moda.


3 comentários:

Alex disse...

Amo-te

Pipoca Arrumadinha disse...

As mais bonitas sim!

Joaninha Musical disse...

Tenho a certeza que ainda se escrevem cartas de amor bem bonitas e interessantes,tenho a certeza disso. Muitos beijinhos para ti,fica com deus!!