quinta-feira, 7 de maio de 2009

Homus Erectus

Os homens e as suas erecções espontâneas é um assunto que a nós, mulheres, provoca riso misturado com uma certa indignação. Quando conhecemos o homem e a erecção é provocada por nós, ou por nos verem a tirar uma peça de roupa tem graça, é uma espécie de elogio, um mostrar de que somos objecto de desejo. O comum é ser entre quatro paredes, no escuro do cinema, num canto de um bar, sermos a única a saber que há um Homus Erectus na sala. Mas quando uma erecção espontânea é avistada num perfeito estranho, que não tem nenhuma mulher por perto, nem acabou de acordar, que está em trabalho, num homem de quarentas...é caso para provocar um certo nojo. Ontem, num trabalho, estava o grupo a reunir-se, ao ar livre, quando começaram a chegar os senhores de uma marca representada. Betos, catitas e nos seus trintas e muitos e quarentas. A apresentação do último a chegar, provocou o tal misto de riso, indignação e desculpem acrescentar, nojo.
Ao chegar ao pé das pessoas, reparei que vinha a suar que nem um porco, o suor caía quase em bica. Bem, isto só por si não é agradável uma vez que ele fez questão de começar a distribuir beijokas a torto e a direito a uma velocidade que não dava tempo sequer de tentar evitar o "roça a tua bochecha na minha" e estender a mão. Ao tentar desviar-me e safar-me à beijoka (o senhor era de bem e só dava um beijo do lado esquerdo) reparei que algo se passava na zona da breguilha. Exactamente quando ele se virou para mim vi que ele estava mesmo muito "feliz". Desviei-me para a esquerda, para a direita mas acabei por ser osculada por um estranho, a suar que nem um porco, de "pau feito". Apeteceu-me rir, apetece-me ir a correr lavar a cara, apeteceu-me fazer uma piada. Não fui a única a reparar na erecção do senhor, não me chamem já rebarbada. Começaram as trocas de olhares entre o grupo, as risadinhas e o "vocês também viram?", "por amor de Deus", "ó que caraças". O Homus Erectus afastou-se por momentos e veio uma menina que tinha um cesto com bolas. Uma colega pediu à menina se lhe dava uma mas ela apressou-se a responder: "Não temos mais bolas". A minha colega apressou-se a fazer a piada: "Não há bolas mas há pau!". Era a piada inevitável, até porque a "felicidade" do senhor só lhe fugiu das calças 20 minutos depois de a termos avistado.
Agora analisando o episódio: O senhor já vinha "contente" quando nem sequer sabia com quem vinha ter logo não foi ninguém do grupo que lhe fez "subir" a boa disposição. Mesmo com a "haste" levantada veio juntar-se a um bando de estranhos sabendo que íamos reparar, em vez de ir apanhar ar ou tomar um duche de água fria. Cumprimentou mulheres a suar que nem um porco e "hirto que nem uma barra de ferro", manteve a "felicidade" mesmo depois de alguém fazer uma piada em voz alta, tinha mais de 35 anos. Eu pensava que estas coisas assim, incontroláveis e súbitas aconteciam mais a adolescentes. Um homem de trinta e tal fica contente por nada? Porque se lembrou de alguma coisa enquanto atravessava um recinto com centenas de pessoas? Chocou com uma boazona e o "zezinho" não o avisou que acordou? Mesmo assim teve a lata de vir apresentar-se a mulheres em trabalho? Não se lembrou de esperar que passasse? Mas está tudo louco?

Nota Bene: Estavam alguns rapazes no grupo que também repararam que também se riram, que também evitaram apertar-lhe a mão, que também fizeram piadas...o que me faz ter a certeza de que o episódio é fora do comum e o meu nojo justificado

30 comentários:

mjf disse...

Olá!
Coitado do homem, estava suado...e sem duvida em sofrimento:=(
Priapismo é mesmo mau :=(
eehehehehe

beijocas

Kami disse...

Inacreditável realmente...Devia ter algum problema com certeza. Imagino que não tivessem tentado perceber o que se passava, mas de facto apetecia saber mais!

Juky disse...

Que cena esquisita... eu desmanchava-me a rir tabém...enfim... há gente para tudo... :)

Sanxeri disse...

Ai credo. Suar que nem um poroc nao é bonito. E dar-te um beijo de pau feito ainda pior é. CREDO.

Anónimo disse...

Grande personagem. YACK!
Sofia

Saltos Altos Vermelhos disse...

AI QUE NOJEIRAAAAAAAAAAAAAAAAA! Bem, pipoca entre todos os males o menor! Já vistes apertar a mão ao homem que provavelmente andou na estimulação manual Blhackkkkkkkkkkk

Miss G disse...

Concordo contigo.
Uma vez apanharam um colega fechado na sala de computadores de pau feito. Foi um misto de risota e nojo...

Cressélia disse...

É a natureza. O pau não escolhe hora e vai feliz e contente para onde o levam.

P. disse...

ewwww!

Summer disse...

loooooooolll...mto bommmm!!

ML disse...

Buuuuuuuuuuuuuuu!
Fora daqui!

zézito disse...

Cheira-me que alguém andou a tomar Viagra sem saber ou sem ter tido o prazer de o desfrutar. Não é normal um gajo ficar assim excitado a partir do nada e muito menos durante 20 minutos!
Cá p'ra mim ele ainda estava mais encavacado do que vocês...
;)

b.vilão disse...

Não sejam mazinhas, vá. Há mil e uma coisas que podem provocar erecção. Até um mero estado de sonolência pode soliticar esse determinado espreguiçar. Diz que está "cientificamente provado", essa bela expressão para usar quanod não se tens mais argumentos e se quer que a ideia seja um imperativo categórico. (Nota: não só não sou o senhor em questão, como não sou o seu advogado).

Miss Mau Feitio disse...

lolol é nestas alturas que adoro ser mulher.

Pedro Almeida disse...

Isso não teria sido de propósito?
Tipo para os apanhados?
É que isso não é mesmo nada normal, só se for viagra como já disseram.

Debbie disse...

Pois, concordo com a Miss Mau Feitio: Ainda bem que a nossa anatomia nos poupa estes *visíveis* embaraços :D
Por otro lado, percebo o que diz a Pipoca: Pelos vistos o senhor já vinha de "pau feito", pelo que podia ter-se dirigido directamente aos duches. Exibicionista!

fuschia disse...

Não andará o senhor a tomar comprimidos azuis?

Lu.a disse...

LOOOLLLL!!! Absolutamente hilariante!!!
Se calhar o senhor anda a tomar viagra para dar conta do recado em casa e olha, fez mais efeito do que seria de esperar, lol!

Laetitia disse...

Aqui está uma altura em que deviamos agradecer ser mulheres ;)

Samuel Filipe disse...

Ca nojoooooooooo

gimbras.nofuturo.com disse...

Gostei do teu comentário no blog "És o meu Segredo" do amor não querer nada contigo.

Essa do homem ficar assim durante tanto tempo é estranha. Às tantas tomou o comprimido azul, ou tinha alguma problema. Ele que usasse cuecas em vez de boxers.

Trolha disse...

Desculpa, minha querida, mas o post revela uma coisa bem simples: tu de Homo Erectus e de erecções espontâneas mostras ter um conhecimento profundamente superficial. Só vês mesmo a superfície da coisa. O que vale por dizer que é um conhecimento cheio de coisa nenhuma.
Não queira o sapateiro ir alé da chinela!
Escreve sobre o tesão do grelo. Acredito que nessa matéria sejas bem mais versada.
Enxerga-te!

Pipoca disse...

Ó trolha!!!! Caso não tenhas reparado houve aqui comentários de rapazes que tb não acham muito normal. Isso, e a tua indignação, só revelam que fazes parte da classe que não controla minimante o zezinho...

pfa disse...

Eu penso que pode haver algum problema de saude associado à "situação" e se assim for coitada da personagem que bem se deve aperceber das vergonhas que passa!

Trolha disse...

Oxalá, ele (o zezinho) se descontrolasse muitas vezes. Isso é para mim não motivo de qualquer constrangimento mas antes motivo de muita alegria.
Beijos

LN disse...

Foda-se !

Pipoca disse...

LN, eras tu??????? AHHAHAHHAHA Estou a brincar....

Lion King disse...

Uma palavra: Viagra

Ehe ehe

Laidita disse...

Ca nojo! Credo!

Anónimo disse...

ocorre que em tempos de colégio, sempre tinha alguem que conseguia um pepino qualquer ou cenoura para colocar acomodadamente na cueca,provocando rubores em algumas e arrepios em outras. o caso do mocinho de 35 tá mais para priapismo, que dói muito e talvez o sorriso bobo, quem sabe até forçado e o suor abundante pela própria situação inusitada. asseguro-lhes que é meio complicado estar de pau feito numa ocasião como essa em condições normais. Ou o cara é doente ou tem uma baita cara de "pau".