quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

E por vezes

E por vezes as noites duram meses
E por vezes os meses Oceanos
E por vezes os braços que apertamos
Nunca mais são os mesmos
E por vezes encontramos de nós em poucos meses
O que a noite nos fez em muitos anos
E por vezes fingimos que lembramos
Ao tomarmos o gosto aos oceanos
Só o sarro das noites nos dão meses
Lá no fundo dos copos que tomamos
E por vezes sorrimos ou choramos
E num segundo se enrolam tantos anos
E encontramos de nós em poucos meses
O que a noite nos fez em muitos anos
(...)

David Mourão-Ferreira - cantado pelo José Cid, ontem.

8 comentários:

Shadow disse...

*David Mourão-Ferreira

Pipoca dos Saltos Altos disse...

@Shadow,

Sim, mas estava a referir-me ao concerto do Cid, ontem.

Pezinhos de Cinderela disse...

Ola, andava por aqui a passar pelos blogues e deparei-me com o teu.
Gostei imenso muitos parabéns :)

beijinhos

Marta disse...

O mulher tu não digas que isto é do José Cid. Quem escreve um poem,a assim não pode ser o mesmo homem que escreve "como a macaca gosta de banana eu gosto de ti"...

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Bem...vou mudar, pronto(s!)!

Rosa Cueca disse...

O tempo com pessoas especiais é assim, com um je ne sais quoi de imprecisão.

(isso ou já é o alcool a falar mais alto)

Vanita disse...

Gosto tantoooooooo :)

Miss Complicações disse...

Foste ver o Zé e nem avisaste...