quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Algo de Bom

O amor pode ser simples. Pode ser um novelo. Um nó. Pode ser cru. Pode saber a veneno. Ou ser doce, como uma ameixa no verão. Mas em todo o gostar há, por certo, Algo de Bom.
A curta é fantástica, bora lá estar mais atentos ao que de bom se faz no nosso cinema, sim?

1 comentário:

a licenciada desempregada disse...

Muito bom mesmos. Uma maneira muito bonita de mostrar o que é/pode ser o amor.