terça-feira, 10 de abril de 2012

Foi no dia 5 de fevereiro de 2009 que escrevi isto

E continua, na teoria, a fazer todo o sentido. Mas engulo metade das palavras, sou péssima a seguir as minhas próprias terorias.

11 comentários:

S* disse...

Mau... que se passa com esse namoro?

Pipoca dos Saltos Altos disse...

S*, o meu blogue não é, mesmo, um diário :)

L'Enfant Terrible disse...

As nossas teorias servem para isso mesmo, para provar o quanto estamos errados tantas vezes, para serem destruídas! O grande mal é que ainda assim, mesmo sabendo que o que hoje se pensa amanhã estará errado, continuamos sempre a tecer teorias como um vício!

Bernardo disse...

força :D


http://apontamento-bernardo.blogspot.pt/

Ventania disse...

Relendo, confirmo e acrescento. Um homem que reúne uma mistura de 7 em 9 dessas tipologias (excepção à primeira e última) é gajo para nos deixar de rastos uma vida inteira. Obrigada pelas tuas palavras, querida Pipoca. Acho que o meu blogue acabou de vez, mas venho sempre cá saber de ti. Um grande, grande abraço. Gosto de ti, miúda. *

Raqs disse...

Tu e toda a gente acaba por engolir =P

GuessWho disse...

Brilhante o texto de 2009! nunca o tinha lido e concordo ingerira ente contigo. Que grande reflexão a tua e que bem escrita. A única coisa nessas alturas de reflexão é que ou estamos magoadas com um homem ou pura e simplesmente não estamos apaixonadas. Quando nos apaixonamos - por mais que saibamos toda a teoria - o coração acaba por falar mais alto. Parece que isto faz parte de quem está vivo e tem coração :) beijinhos Paula

Petra disse...

Não és a única... grande beijo

Timido disse...

Há muitos conselhos do meu pai que tento seguir...
Este é um deles... Desde sempre me lembro do ouvir dizer:
"Em casa de ferreiro espeto de pau", que é como quem diz... a teoria sabemos toda, mas na pratica não nos lembramos dela...

maria madeira disse...

Li o post de 2009. Não conhecia. Gostei bastante. Será possível existir um exemplar, com a mistura de todos esses. Tenho a sensação que já conheci uma reliquia assim:)

Alex disse...

Que texto espectacular pipoca. Acho que sou uma mistura do egoísta e menino da mama:(

Adorei a ultima parte onde descreves o homem normal:)) eu vou ser assim. Beijo