terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Aquele momento inevitável a dias de fazeres 30 anos # 1

Em que tens constatas que a tua vida não é nada do que pensaste que seria nesta altura. E que não, não é melhor do que a tinhas imaginado.

6 comentários:

Rosa Cueca disse...

Caraças, mas ao menos eu estou nela. Aposto que há anos não pensavas que isso pudesse acontecer! Coffcoooffff.

Me gustas chica *

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Love you :)

Timido disse...

Pois...
Mas a acontecer isso é sinal que tens vida... Até porque se fosse tudo como tinhas imaginado há anos atrás era demasiado previsivel, não tinha piada...

Já agora, pelos vistos levo-te uns dias de avanço... Entrei no Sábado nos 30...

Aflito disse...

A minha vida é, pelo menos, sexualmente realizada.

A julgar pelas fodas que lhe dou... :|

menina lamparina disse...

Oh pá estou sempre a pensar nisso...

cai de costas disse...

Ega ergueu-se, atirou um gesto desolado:
- Falhámos a vida, menino!
- Creio que sim... Mas todo o mundo mais ou menos a falha. Isto é falha-se sempre na realidade aquella vida que se planeou com a imaginacão. Diz-se: «vou ser assim, porque a belleza está em ser assim». E nunca se é assim, é-se invariavelmente assado, como dizia o pobre marquez. Ás vezes melhor, mas sempre differente.


Eça de Queirós, Os Maias, 1888