quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Hoje, logo de manhãzinha no metro

Observei-o deliciada, confesso. Estava com um ar sonhador, o rapaz. Olhava para o ramo de flores, uma explosão de cor matinal, e não disfarçava o sorriso provocado, por certo, da felicidade que os pensamentos que o invadiam lhe provocava. Depois reparava que vários olhares transeuntes o fitavam, tal como eu por delícia e curiosidade, e tentava colocar um ar sério. Mas não o mantinha muito tempo. Bastava olhar para ele uns segundos e era impossível não reparar na sua expressão, é um homem apaixonado, se calhar um homem que nesta altura consegue dizer "amo-te".
Questionei-me se manterá aquele ar ao entregar as flores à rapariga. Questionei-me se a deixará perceber o mesmo ar radiante que lhe salpicou o rosto durante aquela viagem de metro, o que deixou ver a tantos estranhos. Questionei-me depois se terá a rapariga, a que recebeu as flores, percebido o que significa para o rapaz, se lhe dará o mesmo valor, a ele e ao gesto.
E ele estava tão radiante quanto nervoso, foi isso que me chamou à atenção, isso e a explosão de cores do ramo de flores numa manhã como a de hoje, que acordou gelada. E por momentos tive inveja da rapariga, por ter assistido ao ar sonhador e radiante do rapaz. Um que ela perdeu mas que espero que tenha agarrado ao mesmo tempo que o ramo de flores.

12 comentários:

Ventania disse...

E se foi ele a receber as flores dela, já pensaste? É menos comum, mas muito especial. ;)

Petra Pink disse...

Amei o texto pipoca!
são estes momentos que preenchem a nossa vida, ver não só a nossa felicidade mas sentir também aquela que os outros sentem trazem dentro de si.
é como um contágio bom, positivo!

Ana disse...

Que bonito Pipoca. :) Até me arrepiei pá.

Ice Cream disse...

Que bonito! :D

S* disse...

Espero que ela consiga ver tanta beleza no gesto quanto tu. :')

SuperSónica disse...

Que lindo...é inevitável essa pontinha de inveja!

lisbon new-yorker disse...

Amei!Mas ainda gostava mais de receber umas flores aliás, é um dos meus pequenos prazeres.

http://lisbonnew-yorker.blogspot.com/2010/12/pequenos-prazeres-3.html

p.s - a esse olhar mágico chama-se paixão irremediavél :)

palavrassincronizadas disse...

Espero mesmo que ela lhe dê valor, porque homens assim são uma raridade.
Mas eu acredito que quando um homem gosta, gosta mesmo...
beijinhooos

siceramente disse...

ehehe! que bonito! também me enervo todo quando entrego flores! homens.. homens! :D

Sofia disse...

que inveja da rapariga... :)

cai de costas disse...

:)

Dulce disse...

Nunca me cruzo com rapazes apaixonados, daqueles que inspiram, como esse! Muito menos no Metro... :)