segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Dos "movimentos" e do "povo" que parece que se fartou

12 de Março de 2011 - Um milhão de pessoas na Avenida da Liberdade pela demissão de toda a classe política

Até percebo que estejamos todos fartos deste governo e de algumas das suas medidas, mas ir entupir a cidade vai ter apenas consequências para o dito "povo". Por outro lado ficar de braços cruzados nunca deu nada a ninguém, bem sei.

3 comentários:

S* disse...

O problema é que toda a gente se conforma.

Petra Pink disse...

Mas se as pessoas não se manifestarem então é que não muda nada...
Sei que nem sempre resulta, mas não custa tentar, fazer melhor.

Anónimo disse...

Carissima,
Obviamente que não conhece o povo portugues!
Aconselho-a vivamente a ler textos do Dr. Salazar.
Contrariamente ao que possa pensar não é pura perda de tempo, visto que vai ajudá-la a melhor comprender o dito "povo". Trata-se de um investimento com retorno assegurado, quer a nivel profissional, quer pessoal.
O povo nunca fez, não faz e nunca fará nada.

No fim de tudo temos de sobreviver, mas sempre com classe..., o segredo reside na adaptação e nunca contar com os "outros " para nada.
Nascemos sós, vivemos sós, morremos sós e marcharemos directamento para o céu ou melhor para as Bahamas que é um sitio que não conhecia e que me deixou fascinado e claro bronzeado.
Se me permite deixe-se de devaneios intelectuais e aposte mais em si.
O Povo que se .....