terça-feira, 15 de março de 2011

Sem ponta de ironia

Insónia, era tudo o que precisava para acabar esta noite. A sério, sem ponta de ironia, era mesmo o que me faltava. Tomo sempre decisões durante as noites que não têm fim à vista, naquelas que não respeitam o relógio.

2 comentários:

rm disse...

por aqui ocorre o mesmo problema.

geek in the pink disse...

Esta noite também tive insónias, no meio do desespero peguei no telemóvel e pus-me a ler o reader... por coincidência li o teu post :) depois lá me lembrei de me drunfar com chá das noites tranquilas e valeriana, e só acordei quando já devia estar a trabalhar :p
beijinhos