quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Quando eles escrevem assim # 4

O Ego já me conquistou há muito tempo, não me surpreende na forma como vê as coisas, como as observa, e como faz com que se cruzem e enrolem umas nas outras. Mas há textos, esses nada simplistas em que os pormenores pouco interessam, em que me obriga a ler de novo. E a gabá-lo. Adorei este texto.

9 comentários:

catarina coelho disse...

amei o texto, está lindo

S* disse...

Vou já conhecer. ;)

menina lamparina disse...

So true.

Pulha Garcia disse...

O Ego é um fixe, pá. Truth be said.

Bernardo disse...

Lindo :D

Ego disse...

Obrigado

Vera, a Loira disse...

Fico por lá.

pássaro viajeiro disse...

Nenhuma traição acontece sem motivo, e nenhuma por motivação.
No caso masculino sabe-se qual é. Dificilmente resiste à oportunidade.
No feminino já o caso se torna mais complexo e aí precedeu-a o tal motivo.
O Ego masculino é sempre sobremaneira valorizado e o conceito de irresistibilidade ultrapassa as fronteiras do raciocínio.
EU SOU BOM!
Porque a realidade é só uma, imutável desde que o mundo é mundo.
Em todas as relações de amor entre os dois géneros, é sempre ela quem dá mais. Mesmo quando pede.
Simplesmente há um pequenino pormenor que todos os homens deveriam conhecer. É que tudo quanto um homem faça, ela faz sempre muito melhor.

Inês e Mafalda disse...

já tinha lido e publicado e este é mesmo impossível não publicar. muito, muito, muito bom...