segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Estranhas ligações...

O Mak, o Mau brindou-me com um postal. Um postal a sério. O rapaz pagou pelo selo e tudo. Escreveu o postal à mão, com uma prosa estonteante. Até aqui, nada de surpresas, sabemos que é rapaz para isto e muito mais. O que me deixou mesmo indignada, foi o facto do postal ser uma foto da minha avó, toda sorridente, fotografada ao lado de uma rasta de cebolas. Mak, de onde conheces tu a minha avó? O Mak insiste que a senhora da foto é a mãe dele. Isto faz do Mak meu tio?
Adorei o postal. Obrigada Mak.

8 comentários:

Mak, o Mau disse...

Digitaliza lá a imagem do postal e publica-a e vais ver que a pilosidade facial da senhora condiz muito mais comigo do que contigo.


Pelo menos, espero que assim seja...para teu bem.

S* disse...

eheheh

Podiam ser parentes, tinhas um parente intelectual. Um luxo!

Pipoco Mais Salgado disse...

(Pipoco Mais Salgado regista pesarosamente que nunca recebeu um postal de Mak, o Mau)

Vera, a Loira disse...

O Mak é o maior...

Mak, o Mau disse...

(Mak regista que o pesar do estimado Pipoco Mais Salgado pode ter estado na base do facto de nunca ter recebido um postal de Mak, o Mau. Fosse ele mais lesto e participado neste devaneio e eu poderia ter enviado um postal, de Mau para Salgado, onde umas poucas linhas bastariam para abordar com agrado os segredos da Humanidade.)

Bluebluesky disse...

Acho mal. Eu estava ausente aquando deste regabofe e não tive direito a postal nem soube da coisa. Acho mal. Quero um postal! :)

Mnemósine disse...

Ele não terá roubado o selo? Pedido emprestado, vá.

Jibóia Cega disse...

Eu tambem queria um postal e ate ja tinha pensado em agradecer com uma mini. Mak, andas a cagar fora do penico, andas andas...