quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Agora venha cá chamar-me besta


Há dias em que simplesmente não tenho paciência para aturar pessoas. Pessoas com problemas, pessoas sem problemas mas que se convencem que sim, pessoas que dramatizam tudo, pessoas que precisam de saber "o que farias?" para tomarem decisões simples como se vestem uma saia preta ou verde. Também já não tenho paciência para pessoas com fixações, que são só delas, e que passam a vida a lamuriarem-se no meu ombro como se ele fosse um muro. Parece que meio mundo acha que eu sou a melhor, ou a única, pessoa para desabafarem. Tudo bem. Ma há dias em que não posso, não quero, ser o muro de ninguém. Pode ser?
Irritam-me também aquelas pessoas, a quem faço de muro, que quando sou eu que preciso de me lamentar me cortam a palavra com um "pois, e eu? Olha sabes que..."; "Estou pior que tu, o...". Há anos que não me consigo lamentar de nada, desabafar, cortam-me sempre a palavra, com aquele problema muito dramático deles, a merda da tecla onde já carregaram mais vezes que o aceitável. Por isso hoje, não vale a pena lamentarem-se, i won't give a fuck.

16 comentários:

Miss Complicações disse...

Ai minha linda... se soubesses da minha vida... calavas-te e vinhas beber uns copos. Manda essa gente dar sangue. Felizmente ninguém faz de mim muro de lamentações. Nem vale a pena tentar. Levam logo com um: "Deixa-te de merdas".
Quanto a ti... quando quiseres desabafar vem ter comigo que nós descarregamos a coisa numa noite de ramboia.

Poetic GIRL disse...

Engraçado que também eu me enchi de ser o muro de lamentações dos outros, quando muitas vezes nem um "como estás?" têm para comigo. Também eu me enchi de ser a boa samaritana... bjs

Um gajo qualquer... disse...

Tenho fases que também não me apetece nada ouvir os outros lamentarem-se, faz-me lembrar as coisas menos boas com as quais já tenho que viver... mas por outro lado não gosto nada de deixar alguém que me é próximo sem uma palavra, ou neste caso sem ouvir um pouco do que me tem para dizer...

;)

Carrie disse...

Não é para chocar ninguém... mas faz como os cães, sim ,como os cães: pee on it and walk away.

Kiss kiss

Summer disse...

=) u go girl!!! Tudo bem a amizade e tal e bla bla bla...mas às xs já nos chegam os nossos problemas right?

kisskiss*

P. disse...

há pessoas que simplesmente não se tocam que não são o centro do universo. que sim, podem ter problemas, mas as outras pessoas se calhar até têm mais razões de queixa do que elas.
quando isso é assim, é fazeres ouvidos de mercador. dizer q sim a tudo, mesmo que não estejas a ouvir nada. ou então, um valente "olha, hoje não, ok?" deve servir. e deve fazer-te muito bem :)

Brandie disse...

Eu evito pessoas assim. Quando começam a dizer "vou andando" à típica questão "como estás?", mudo logo de assunto sem dar oportunidade para continuação.

Anónimo disse...

Olá Pipoca!. Vim parar hoje ao teu Blogue por acaso!. Já sabes como são estas andanças na net!. Podemos encontrar cantinhos que nos fazem pensar e reflectir. E foi isso que aconteceu comigo lendo este post teu!. Sabes?!... eu acredito na verdadera amizade e na minha vida... no meu mundo existem varias pessoas, como acho que no mundo de qualquer um de nós, mas só tenho uma amiga verdadeira!. Não gosto muito de utilizar a palavra comum "melhor amiga", mas na realidade é assim que a posso descrever!. E ha momentos que procuro uma palavra de alento por parte dela e não a encontro e hoje lendo o teu post aqui publicado disse para mim mesma... "não sabia que algumas pessoas podiam se sentir assim como tu, nesse sentido" e talvez é assim que minha amiga se sente algumas vezes quando procuro uma palavra de alento perante um desabafo meu e não o encontro!. Hoje sem pensares, aprenti algo novo contigo, em relação as pessoas!. Por ultimo, desejo que sempre que precisares um refugio em alguém que confias o encontres, porque doi muito procurar uma palavra de alento, de apoio de quem pensamos que podemos encontrar e ver-mos que não foi assim!.
Ah... e obrigada!.

Maria

Síndrome dos Trinta disse...

Eu assino por baixo e ainda carimbo!
Nunca chega a minha vez de ser ouvida, mas sim de ouvir... E para isso também serve o raio do blogue, escrevo e lamento-me lá no meu canto onde só chateio quem quer :)

Vera disse...

Chegou uma altura em que eu própria achava que devia ser muro de lamentações de amigos, conhecidos e até desconhecidos...Errado!

Quando começam coma conversa do mais ou menos...está tudo estragado! A estratégia é estar sempre muito bem disposta que os outros nem se atrevem a lamentar-se!
Claro que há exepções! Está-te nas tintas para os outros durante um dia e preocupa-te contigo, contigo e outra vez contigo!!!

Anónimo disse...

Incrivel como o tpm ou pre-tpm afecta a quantidade de posts de mau humor.
Mais sui generis é as próprias mulheres não se aperceberam destes estados nas amigas e afins, e esperarem comportamentos diferentes quando nem elas o tem...enfim gajas.

Gajo

Pipoca dos Saltos Altos disse...

@Anónimo (GAJO),

Não estou a falar de TPM, nem Pré-TPM, meu querido, então não leu o post. Nem todas as mulheres falam nas entrelinhas, não é de estados hormonais que estamos a falar. Não leve a mal reparo, vá passando por cá. Beijos

Miss Kin disse...

Vá garota, toma lá o meu ombro para te lamentares, diz quem sabe, que sou boa ouvinte.

Fuschia disse...

Também tenho dias em que sinto o mesmo, mas mais quando estou cansada. Normalmente, não me importo de ser o muro de lamentações de toda a gente :)

Miss. Chocolate com Pimenta disse...

A isso não se chama amizade, certo?
Que raio de gente!!!
...

nuno disse...

ainda bem que tens um blogue para desabafares sobre os desabafanços dos outros! mas não achas que estás a dramatizar um pouco !!!
bem é quase meia-noite...acho que vou esperar mais um pouco para começar o dia 14 e poder começar aqui a desenrolar uma ladainha qualquer sobre um problema qualquer que vou inventar , talvez uma fixação!! sempre quis ter uma fixação!!! é isso! vou pensar numa!