quinta-feira, 10 de junho de 2010

Há dias que penso realmente nisto.

Posso pedir dupla nacionalidade e mais tarde naturalizar-me, não posso? O pai da Pipoca não é tuga, quais as minhas hipóteses?
Hoje, após passar o dia inteiro em Faro, nas cerimónias comemorativas, de ver e ouvir tanto disparate, dei por mim a pensar a sério neste assunto. Principalmente depois da entrevista ao Sócrates.

13 comentários:

Lebasiana disse...

Não te sei responder... sinceramente!

Eu sou das que fugiu de Portugal por uns anos... daqui a uns seis anos devo voltar... acho eu! Para já, vou ficando por Benguela...

Beijocas...

Meu Ego disse...

Ia escrever um comentário muito cromo sobre a lei da nacionalidade e as respectivas implicações.

Sinal da demência de andar a estudar sem fins leis e mais leis.

:S

Btw, O nosso PM é um _____ (preencher conforme preferires, eu prefiro um belo de um insulto)

Sissy disse...

Uma boa ideia... nunca tinha pensado nisso. Mas faz sentido...

Beijo***

AhPoiZé disse...

Eu, cá por mim, acho que é mais um problema de não pensarem nas consequências dos actos...
Ah, é mau, e tal.... e bora la dar-lhe mais um mandato.

Depois é isto. Parece casa que não tem pão, tudo ralha e ninguém tem razão.

Rita Maria disse...

Depende muito do país de onde ele for...na Alemanha por exemplo nao podiam porque embora Portugal permita a dupla nacionalidade a Alemanha nao permite.

Miguel disse...

O "inginheiru" vai sair de lá mais depressa do que tu terias outra nacionalidade...

Não tenho é a certeza se o que vem a seguir será melhor... Acho que pior será dificil mas não fiando...

Saltos Altos Vermelhos disse...

eu já tinha feito isso! :D

Claudia disse...

Se fores à embaixada do país do teu pai podes pedir lá o passaporte. Se quiseres um cartão de cidadão ou coisa do género (se houver no país do teu pai) é que acho que tens mesmo de ir ao país. Digo-te isto porque o meu pai também não é português e eu tenho dupla nacionalidade!

Tia Complicações disse...

Pipoquinha pode pedir a nacionalidade do pai, se nasceu noutro país pode ter outra nacionalidade e se casar (bem, não tou haver mas...) com uma pessoa de outra nacionalidade pode pedir a nacionalidade do marido.Assim soma 3 nacionalidades, ah, e se mãe também for de outra nacionalidade soma 4...bué da fish, não é....quando isto der pro torto tem muito pra onde fugir ;)

Mak, o Mau disse...

Marcianos contam?

by "A Invisível" disse...

(Passei por aqui, para te deixar um beijinho e dizer-te que foi um enorme prazer conhecer-te!)

Fuiiiiiii!! :))

Beijinho*

Ysl disse...

Depende do país do teu pai.
Beijo

Fanny disse...

por acaso é algo que gostava de fazer também, não nasci em Portugal mas visto que os meus pais são portugueses, sou consideradas portuguesa também, no entanto eu não sou apenas portuguesa e seria como rejeitar parte das minhas origens, mas já ouvi dizer que a idade importava. Agora não sei se ainda é possível e ainda não estou com cabeça para estar a pensar nisso...