sexta-feira, 8 de abril de 2011

"Porque na praia eles também arrasam, vou andar assim", pelo Mak, o Mau

Sempre pronto para a rambóia, o Mak, claro. Caso haja alguma alma que não o conheça, espreitem aqui

" Antes de mais, peço desculpa à audiência. Pode parecer de mau tom ofuscar a dona do blog com uma foto desta craveira, mas eu sou assim. Não resisto às câmaras, da mesma forma que não resisto a uma boa dobrada ou uma grelhada mista à maneira e os resultados estão à vista. Além do mais, acredito que quando somos naturalmente nós, o universo tem uma forma de se ajustar a nós e isto não é uma qualquer justificação grosseira sobre o fato de banho que tanto estimo.

Mas, divago e suponho que a Pipoca não pretenda preencher esta iniciativa com divagações e, depois de me expor desta maneira, agora estou receoso de não corresponder às expectativas. No entanto, se há uma coisa que observo neste blog é que às vezes há aqui coisas que são escritas com verdadeira emoção e sendo eu uma espécie de ser desprezível, resta-me mostrar o que pode correr mal misturando ambiente de férias, emoções e conselhos sentimentais. Como é óbvio, correm o risco de eu estar a mentir à grande, mas quando o Mak conta um conto, acrescenta mais pontos que um qualquer cartão Continente de uma família que se preze.O cenário era de calor, grupo de amigos que se junta num bar de praia ao fim da tarde e onde, obviamente, há sempre uma uma duas pessoas que não se conhece tão bem e se juntaram ao grupo sabe-se lá como. Um deles, Orlando, ao longo da tarde parece ir desenvolvendo uma fixação por Filomena, rapariga de sorriso fácil e temperamento difícil que não está a gostar da marcação de que está a ser alvo.

Bebem-se uns copos, come-se qualquer coisas e o ambiente parece ter serenado. Bebem-se mais uns copos e o álcool prova que afinal não era bem assim – Orlando, já bem atestado, diz que o dia está a ser bom, mas para ser perfeito só falta uma coisa. O grupo centra-se nele, pergunta o quê e ele responde em voz alta “Bem, para ser perfeito, só falta a Filomena ir para a cama comigo”. O riso alarve ecoa e Filomena, que não o conhecia de lado nenhum, parece estar disposta a decorá-lo à chapada.

O responsável pela vinda de Orlando afasta-o do grupo e eu vou com eles, para serenar os ânimos. “Então Orlando, não conheces a rapariga, ela está a dar-te para trás e tu entras assim à matador. Não bates bem ou quê?”. Sempre fui um analista brilhante. Orlando parece reconhecer que não esteve bem e diz “Epá, têm toda a razão, deixem-me ir pedir-lhe desculpa”. “Vai com calma Orlando” digo-lhe eu com expressão fraternal falsa nº32, “deixa as coisas acalmarem e já falas com ela”.

Assim foi e passado algum tempo, Orlando dirigiu-se a Filomena, que apertou o copo da sua caipirinha com invulgar força, pelo que me foi dado a observar. Orlando fez questão de que todos ouvissem “Olha Filomena, ainda há bocado quando eu dei a entender que queria ir para a cama contigo, estava a brincar, podes ter a certeza. Eu nunca iria para a cama com uma gaja como tu...”

O que se seguiu não pode ser narrado, porque inclui violência, linguagem explícita e expressões como “afinfou-lhe”, “roundhouse kick” e “dentes”. Mas, existem duas coisas que ligam ao início deste texto, uma das quais podem ver, a outra deduzir. A primeira é que nesse mesmo dia eu tinha o fato de banho que ostento na foto. A segunda é que tinha um sorriso tão aberto na foto, como no desenrolar desta cegada toda."

E pronto, muito obrigado e continuem a ser quem são. Começando por ti, Pipoca.

4 comentários:

Fil disse...

Inacreditável.
Eu chamo-me Filomena e o meu futuro marido chama-se Orlando!
Felizmente esta história não aconteceu connosco, embora pudesse ter acontecido.

Parabéns pelo blog.

Mak, o Mau disse...

Eeeehhrr..pois, sendo assim, vou ali jogar no Euromilhões e já volto :)

Parisca disse...

ahaha :) a imagem está 1000!

Beu, a Ruiva. disse...

ehehehehehe ... tenho um post no meu blog com uma foto(um sr. que parecia uma bola de pêlo) que vi na praia e tal como o MAK tambem eu ando sempre com a câmara pronta a captar aquela foto. Para ver o post aqui:

http://bolinhoscomohobbie.blogspot.com/2010/08/sao-pelos-senhora-sao-pelos.html

Adorei. Um beijinho MAK e continua com esse humor fantástico.