quarta-feira, 31 de março de 2010

Sou uma mãe para vocês

Podemos ter raças diferentes, credos, grupos sanguíneos. Mas há uma coisa que liga todos os seres humanos. Isto é a GLOBALIZAÇÃO no seu melhor. Aceitem este meu presentinho e não digam que vão daqui.

9 comentários:

art.soul disse...

boa!

Blondie disse...

Estou triste! Faltam lá os peruanos da Rua Augusta com as flautinhas. ;)
Beijos

bRuno disse...

muito bom :)

tambem gosto muito deste

http://www.youtube.com/watch?v=NJMzB48r8rI&feature=fvw

Lou Alma disse...

fantástico, adorei a partilha, obrigado, que giro é vê-los a cantar a mesma música estando tão distantes, e em sintonia, muito bom.

Lou Alma disse...

fantástico, adorei a partilha, obrigado.

Lou Alma disse...

fantástico, adorei a partilha, obrigado, que giro é vê-los a cantar a mesma música estando tão distantes, e em sintonia, muito bom.

Tia Complicações disse...

Sete um salto enorme dos teus saltos altos. Estou extasiada com estas música que conheço há muitos anos. Ouvi-a agora duas vezes fiquei emocionada, não só pelas capacidades vocais daquelas pessoas como pelo som instrumental maravilhoso vindo dos quatro cantos do mundo.
Isto mostra que talento não é para quem quer, mas sim para quem nasce com ele. Todos eles pareciam pessoas de poucos recursos, à excepção do russo Dimitrius(violoncelo) que era um pedaço de mau caminho. Pois Saltinhos vê lá novamente se não achas também (se calhar até já viu e concordou). Bem, gostos não se discutem e estamos conversadas ……adorei o post. Beijocas

TT disse...

WWOOOWWW

:)

Mak, o Mau disse...

Very nice.


Faltou o mitra dos batuques no Metro, mas a globalização não é perfeita...